Resenha " Mais Lindo que a Lua" - Irmãs Lyndon #1 de Julia Quinn

Edição: 1
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580417975
Ano: 2018
Páginas: 272
Skoob

"Foi amor à primeira vista. Mas Victoria Lyndon era a filha do vigário, e Robert Kemble, o elegante conde de Macclesfield. Foi o que bastou para os pais dos dois serem contra a união. Assim, quando o plano de fuga dos jovens deu errado, todos acreditaram que foi melhor assim.Sete anos depois, quando Robert encontra Victoria por acaso, não consegue acreditar no que acontece: a garota que um dia destruiu seus sonhos ainda o deixa sem fôlego. E Victoria também logo vê que continua impossível resistir aos encantos dele. Mas como ela poderia dar uma segunda chance ao homem que lhe prometeu casamento e depois despedaçou suas esperanças?Então, quando Robert lhe oferece um emprego um tanto incomum – ser sua amante –, Victoria não aceita, incapaz de sacrificar a dignidade, mesmo por ele. Mas Robert promete que Victoria será dele, não importa o que tenha que fazer. Depois de tantas mágoas, será que esses dois corações maltratados algum dia serão capazes de perdoar e permitir que o amor cure suas feridas?"



Mais Lindo Que a Lua primeiro livro da série Irmãs Lyndon, é uma história irresistível sobre reencontro e desafios, romantismo e perseverança.




Julia Quinn em cada uma de suas obras nos encanta com seu tipo de narrativa e suas histórias apaixonantes cercadas de personagens marcantes. Em Mais Lindo que a Lua o casal Robert e Victoria se apaixonam à primeira vista "e, se não fosse por seus pais intrometidos, teriam vivido felizes para sempre desde aquele momento. Uma leitura gostosa e encantadora que nos leva a viver momentos mágicos de um grande amor que vai enfrentar muitos dissabores.

Victoria Lyndon  é filha do novo vigário de Bellfield e junto com sua irmã mais nova, Eleanor, levavam uma vida simples. Elas perderam a mãe cedo e juntas se revezavam nos serviços da casa. Em um de seus passeios conhecendo  o novo lugar em que estava morando foi vista por Robert Kemble, conde de Macclesfield e se apaixonaram no mesmo instante.
"Em minha mente, entendo que a vi pela primeira vez há dez minutos, mas meu coração a conhece desde sempre. E minha alma também."
Durante dois meses eles se encontravam sempre que podiam se conhecendo um ao outro. "Robert contou sobre seu fascínio pela ciência, a paixão por cavalos de corrida e o medo de nunca vir a ser o homem que seu pai queria que fosse."  "Victoria lhe contou sobre seu fraco por histórias românticas, a habilidade de costurar em linha reta sem o uso de uma fita métrica e o medo de nunca estar à altura dos rígidos padrões morais do pai."  A cada dia estão mais apaixonados e é grande a atração que sentem um pelo outro , mas existem muitos obstáculos para que possam ficar juntos.  

O pai de Victoria é totalmente contra o relacionamento da filha com o conde dizendo que ela só tem 17 anos, que ele é homem e  que "vai usá-la e depois descartá-la." 
"- A vida não é como um capítulo de seus romances bobos. Abra os olhos, minha filha"
O pai de Robert é contra também considerando que a garota é inadequada não estando a altura dos deveres de uma dama da nobreza. Que ela não o ama e que está interessada somente em sua posição e dinheiro. Robert com seus 24 anos já era adulto não tendo como o pai proibir dele se casar.
"- Mas que diabo, garoto! Se fizer isso, vou deserdá-lo."
Eles são ainda muito jovens e inexperientes, mas magoados com a oposição de seus pais ao casamento eles decidem fugir. No dia marcados surgem problemas e mal entendidos que impedem Victoria de ir ao encontro de Robert o que  vai separar o jovem casal. Ele ficou com o coração partido por achar que Victoria só estava interessada em seu dinheiro. Ela foi enganada pelo pai de Robert que disse que ele partira para Londres para procurar uma esposa.

Sete anos depois Robert está como convidado na casa em que Victoria trabalha como preceptora quando a encontra no labirinto de sebes. Fica sem acreditar que a jovem que partiu seu coração estava ali na sua frente mais linda do que nunca.  Victoria fora obrigada a procurar um emprego e ir embora de casa depois que Robert partira para Londres deixando sua vida arruinada. Fica surpresa com a presença de Robert aonde trabalha como preceptora onde não é muito bem tratada e ainda sofre com o abuso por parte dos convidados.
"-Porque ela faz com que me sinta vivo - sussurrou para si mesmo.
Não conseguia se lembrar da última vez que seus sentidos ficaram tão sintonizados, da última vez que se sentira tão deliciosamente embrigado daquele jeito."
Apesar de existir muita mágoa entre eles o amor que sentem um pelo outros ainda está vivo, mas nenhum deles dá o braço a torcer. Robert se tornou um  homem insensível e libertino . Victoria está mais madura, não acredita mais no amor e agora é uma mulher que sabe o que quer e luta por sua independência.

Um acontecimento leva Victoria a passar por uma situação perigosa e Robert chega a tempo e a salva. Fica preocupado de partir  deixando-a trabalhando naquela casa. É quando faz uma proposta de ela partir com ele e ser sua amante. Victoria não aceita tal proposta e Robert parte sozinho para Londres, mas muita coisa ainda vai acontecer com esses dois apaixonados separando-os novamente.

Robert acaba descobrindo sobre todos os erros do passado e fica desesperado para encontrá-la e quando o destino os coloca frente a frente novamente Victoria vai ser dura na queda. Ele vai ter que fazer de tudo para reconquistá-la.
"- É tarde demais - sussurrou ela.Ele a virou de frente.- Não diga isso! Não seremos nada inteligentes se não conseguirmos aprender com nossos erros e seguirmos em frente."
Um final que promete muitas emoções e não deixando de lado muitas cenas divertidas que vão dar aquele toque que é marca registrada  nas história da Julia Quinn. Tem momentos que Victoria é teimosa e não aceita nada que vá tirar o direito de poder tomar suas próprias decisões, mas Robert esta firme em seu propósito e mostra uma determinação que é impossível não conquistar nosso coração. Será que esses dois teimosos vão se perdoar e se entregar ao amor que sentem um pelo outro?
"Ele estava tão perto de desistir de ter esperança, mas então recebeu o presente mais precioso do que ouro: um breve vislumbre do coração de Victoria.
Robert ergueu os olhos para o céu e agradeceu à lua."
Um romance de época com uma linda capa e com todos os ingredientes para agradar aos leitores. Uma leitura mais do que recomendada e que já deixa saudades para conhecermos o próximo livro que vai contar a história da Eleanor.

Livro cedido em parceria pela editora Arqueiro



2 comentários

  1. Que saudade de ler Julia Quinn! Faz um tempão que não me pego rindo com os personagens dessa mulher maravilhosa! E sim, amei a foto do post Irene, cheia de romance e ternura, sua cara aliás <3! Essa foi a primeira resenha que li de "Mais lindo que a lua" estou encantada!!! Já quero muito ler esse livros!!!

    Jaci
    Uma Pandora e Sua Caixa

    ResponderExcluir
  2. Oi,Irene! Apesar de amar romances e todo esse universo,ainda não li absolutamente nenhum livro sobre romance de época. E olha que não é por falta de interesse,simplesmente toda vez que vou pesquisar algo relacionado o preço fica o olho da cara,então, desisto de comprar. Sempre leio resenhas falando maravilhas de autoras como: Julia Quinn,Lisa Kleypas,Loretta Chase... Mas voltando a resenha,ficou muito bem explicada me deixou com mais vontade de lê-lo e essa capa é realmente muito linda...

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua visita!
Seu comentário é muito bem vindo!
Volte sempre !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...