Resenha Premiada "Dois a Dois" de Nicholas Sparks

Edição: 1
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580417012
Ano: 2017
Páginas: 512


"Com uma carreira bem-sucedida, uma linda esposa e uma adorável filha de 6 anos, Russell Green tem uma vida de dar inveja. Ele está tão certo de que essa paz reinará para sempre que não percebe quando a situação começa a sair dos trilhos.Em questão de meses, Russ perde o emprego e a confiança da esposa, que se afasta dele e se vê obrigada a voltar a trabalhar. Precisando lutar para se adaptar a uma nova realidade, ele se desdobra para cuidar da filhinha, London, e começa a reinventar a vida profissional e afetiva – e a se abrir para antigas e novas emoções.Lançando-se nesse universo desconhecido, Russ embarca com London numa jornada ao mesmo tempo assustadora e gratificante, que testará suas habilidades e seu equilíbrio emocional além do que ele poderia ter imaginado.Em Dois a dois, Nicholas Sparks conta a história de um homem que precisa se redescobrir e buscar qualidades que nem desconfiava possuir para lutar pelo que é mais importante na vida: aqueles que amamos."



Dois a dois é mais um livro para juntar à coleção do meu querido Nicholas Sparks. O autor constrói uma história cheia de sentimentos levando o leitor ao limite das emoções que aperta o coração e enche os olhos de lágrimas. Um drama familiar que fala sobre o amor de um homem por sua filha, sobre a paternidade, sobre a família e a importância de poder contar com alguém em sua vida.

"O mundo é mais fácil quando você tem alguém do seu lado, seja sua família, um amigo ou filhos. Apenas pessoas que se importam com você."

Russel Green é um homem bem sucedido, com um bom emprego e uma linda família.  Vivian, sua esposa, decide ser mãe e opta por deixar de trabalhar para se dedicar a filha, London, em tempo integral. Com isso Russ vê a necessidade de ter que trabalhar mais e se empenhar em prover a família no que for preciso. Mas mesmo tendo deixado de trabalhar, Vivian mantém o mesmo padrão de vida sem diminuir os gastos e sabendo que os proventos foram reduzidos ao deixar de trabalhar. Que os custos aumentaram inclusive contando com as despesas com a filha que tinha tudo desde brinquedos, roupas e, conforme foi crescendo, passou a ter várias outras atividades como aulas de artes, ballet, música, tênis que preenchiam o seu dia. 

Com o passar do tempo, Russ, apesar dos negócios estarem correndo bem, ele não confiava muito no seu chefe "astuto e implacável" e não se sentia seguro no emprego. Sempre pensou em abrir seu próprio negócio e começou a planejar seu futuro. Infelizmente Vivian não o apoiava em suas ideias e não ficou nada satisfeita. 

"Por mais recompensadora que a maternidade fosse para ela, o nosso casamento parecia ter perdido sua atração. Lembro-me de cogitar que Vivian tinha mudado, mas por fim passei a pensar que ela havia mais evoluído do que mudado, e se tornado mais a pessoa que sempre fora. Uma pessoa que aos poucos fui começando a achar uma estranha."

Começa uma nova etapa na vida do casal, Russ inaugura sua agência "Fênix" e começa a fazer seus contatos para conseguir clientes. Percebe que havia cometido alguns erros que não ajudaram a alavancar os negócios na empresa e com isso teve que usar dinheiro da reserva para pagar as contas. Vivian começa a procurar emprego, tomar decisões e a sair sem dar muitas satisfações. Enfim, ela consegue um emprego que vai ocupar muito o seu tempo com trabalho e viagens. Depois de umas semanas o trabalho da empresa começa a se direcionar mais em Atlanta, o que a afasta da família por mais dias e/ ou semanas. Moravam em Charlotte que ficava 4 horas de distância de Atlanta.

Russ passa a se dedicar a filha em tempo integral, tendo que conciliar o seu trabalho entre um compromisso e outro. É um pai maravilhoso que adora sua filhinha e, como é lindo de se ver o amor entre os dois. O carinho em tudo que faz, ensinando a filha a andar de bicicleta, a cuidar de seus dois hamsters - Seu Confete e Dona Confete - e estar sempre presente em suas atividades diárias. Procura fazer o melhor na ausência da esposa, cuidando da casa e inclusive aprendendo a cozinhar.  A responsabilidade pela filha caíra em seu colo e via que os "papéis do casamento de repente tinham se invertido."

Russ, por mais que Vivian esteja distante, ele procura fazer tudo para agradá-la, mas ela se mostra uma mulher egoísta, exigente e tenta sempre prevalecer a sua vontade. Com isso a afeição de London pelo pai fica ainda mais intensa e ela ama o pai, gosta de estar com ele, de passear, de andar de bicicleta, assistir filme, de jogar. Um pai que é seu amigo, que a ensina, que adora seus abraços, seu sorriso. 

"Seja qual for a versão verdadeira e objetiva dos acontecimentos, no meu coração o que eu queria mesmo era que Vivian fosse feliz. Ou, mais especificamente, feliz comigo. Ainda a amava, no fim das contas, e tinha saudade do jeito como ela costumava sorrir e dar risada quando estávamos juntos;tinha saudade das nossas conversas intermináveis e de como costumávamos ficar de mãos dadas."

Vamos acompanhar a trajetória de Russ em sua ascensão no trabalho conseguindo os primeiros clientes e conciliando seus compromissos com a agenda da filha. Sua presença constante junto a seus pais e sua irmã -Marge - e sua companheira Liz que vão dar total apoio nas dificuldades que a vida o faz passar. 

"Minha irmã, a contadora, sempre tinha um plano, principalmente para aqueles que amava."

Nicholas é um grande mestre em construir histórias que falam sobre a família, relacionamentos, seus problemas, medos, dificuldades e mostrar a vida em um cenário real que é possível se enxergar em algum ponto dessa trama e tentar refletir em suas ações e escolhas no decorrer de sua vida.

Passamos durante as 500 páginas deste livro escutando Russ contando o dia a dia de sua vida, intercalando com momentos de seu passado e presente. A sua luta em tentar salvar seu casamento, de cuidar de sua filha e tentar ser o melhor em tudo. Melhor marido, pai, filho, irmão e amigo. Convivemos com protagonistas marcantes abordando temas dos mais diversos e não tem como conter as lágrimas e chegar ao final dessa leitura sentindo-se um pouco destruída, mas também um pouco relaxada e feliz.


Uma leitura surpreendente que se completa com a capa que mostra, com detalhes, uma das cenas que acontecem neste livro que leva o leitor ao delírio de tão emocionante e linda. Só tenho a parabenizar a editora Arqueiro pelo belíssimo trabalho nessa edição.



#EuLeioArqueiro
Livro cedido em parceria pela editora Arqueiro

Clique na imagem
Participem do SORTEIO DOIS A DOIS
concorram a um exemplar do livro.







16 comentários

  1. Quero muito ler este livro, pois e possível notar o quanto está estória nos envolve emocionalmente, podendo acompanhar o dia a dia de um pai que quer salvar seu casamento, e ser um bom pai, porém sem deixar os outros compromisso sociais de lado. Imagino que se ver numa situação desta não seja nada fácil, por isso vamos nos envolvendo emocionalmente com esta trama, que me pareceu ter sido tão bem construída, e surpreendente.

    Participe do TOP COMENTARISTA de Julho, para participar e concorrer aos livros "O Casal que mora ao lado" e "Paris para um e outros contos".
    http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Irene!
    O que mais gosto no Nicholas é justamente o núcleo familiar que está sempre presente em seus livros e os drams do cotidiano que arrasam nossos coraçõeszinhos.
    Aqui, temos os papéis invertidos, pois é o pai que vai ficar com a responsabilidade de cuidar da filha e vão criar um vínculo tão estreito que só amor é responsável.
    Claro que quero ler.
    Um maravilhoso final de semana!
    “Não saber é o que torna nossa vida possível.” (Lya Luft)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Boa noite!
    Estou doido para ler o livro.
    O Nicholas é conhecido por suas belíssimas histórias e essa não parece ser diferente. Adorei a premissa, sua resenha me deixou ainda mais cativado.
    Devo chorar muito durante toda a leitura, haha.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. eu gostei de como essa relação pai e filha vai crescendo, como o autor consegue nos dar um outro olhar, empático
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Niccholas é um sucesso! Sou apaixonada por seus livros e seus personagens.Quero ter todos os seus livros pq sou fã!

    ResponderExcluir
  6. Oi Irene, tudo bem?
    Eu ainda não tenho este livro e lendo sua resenha fiquei com muita vontade de conferir esta história, que dizem é baseada na própria vivência do Nicholas em seu cassamento. Vou participar do sorteio, quem sabe eu ganhe?
    Bjus
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir

  7. Eu amo os Livros do Nicholas Sparks, e esse com certeza é mais uma historia sensível e apaixonante e quando envolve familia fica melhor ainda!!! Eu preciso desse livro Urgente!!!

    ResponderExcluir
  8. Doida pra ler esse livro, gosto muito da escrita do Nicholas Sparks, cada resenha que leio desse livro me deixa ainda mais ansiosa em conferi essa história que parece mesmo ser super emocionante.

    ResponderExcluir
  9. Amiga, não sou muito fã de Nicholas Sparks, mas confesso que esse livro me parece ser bem bonitinho. Dizem que foi inspirado na própria vivência do autor com sua família. Esse crescimento e aprendizado dos protagonista é que devem dar um up a história. Ótima resenha! Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oii, tudo bem? Ja tinha ouvido falar muito desse livro mas nunca tinha lido uma resenha tão boa dele que me despertasse o desejo incontrolável de le-lo (não que eu me lembre haha), participando do sorteio e espero ganhar!!! ❤❤❤
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Todos os livros do Nicholas Sparks sao maravilhosos, esse pelo que eu li tras um pouco do nosso dia a dia onde temos que nos reiventar a cada dia para continuar nossa vida familia e profissional. Anciosa pela leitura de dois a dois

    ResponderExcluir
  12. Olá!!
    Parabéns, sua resenha tá linda, me inspirou ainda mais ler outros livros do autor, li apenas um até hj, espero em breve conseguir ler os outros...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  13. O título é sugestivo, a capa emocionante e a resenha perfeita... eu quero esse exemplar

    ResponderExcluir
  14. Acho muito difícil ler N. Sparks. É impressionante a maneira como escreve sobre sentimentos, relacionamentos, amadurecimento.. Fico destruída depois da leitura, mas muito enriquecedor. A relação pai e filha parece daquelas lindas, que ficamos apaixonadas pela dedicação do pai e torcemos horrores por ele. Eu não gostei da capa, mas como vc diz que descreve uma cena linda do livro, depois de ler tb devo gostar.

    ResponderExcluir
  15. Eu sou super fã desse homem! Amei a resenha! Parabéns! 👏

    ResponderExcluir
  16. Sou muito fã de Nicholas então com certeza é mais um livro dele super desejado.
    Mais uma vez vou me deliciar com essa historia de 5oo páginas, sobre essa família que promete me ensinar muito.
    Me deliciei com os cotes.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua visita!
Seu comentário é muito bem vindo!
Volte sempre !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...