[Livros e filmes ] Adaptação " A Cabana " estréia em abril nos cinemas


A adaptação cinematográfica de “A Cabana“, é um longa baseado no best-seller do mesmo nome. A Paris Filmes agendou a data de estreia para o dia 06 de Abril de 2017, um mês após o lançamento do filme nos Estados Unidos.




Escrito por William P. Young, o livro já vendeu mais de 18 milhões de cópias ao redor do mundo e conta a história de Mack Allen Philips, um homem que vive atormentado com a lembrança do sequestro e assassinato de sua filha de seis anos.

Enquanto o ferido Mack Phillips ainda se vê sem motivos para viver, diante da fatalidade que abalou sua família, ele recebe uma misteriosa carta divina, que o convida a voltar para a cabana onde sua filha foi encontrada morta. Nesta missão, Phillips se encontra com Papa (Octavia Spencer), e é surpreendido por revelações e ensinamentos, que irão ajudá-lo a superar esse trauma.

Além de Sam Worthington e a candidata ao Oscar Octavia Spencer, o elenco traz a brasileira Alice BragaRadha Mitchell Graham Greene.


A Cabana tem Alice Braga no elenco. Vejam o trailer que agradou a todos e mais uma vez temos uma estrela brasileira fazendo sucesso lá fora.

Trailer oficial



Enquanto aguardamos a estréia do filme vamos  falar um pouco sobre o livro A Cabana  - este best-seller que emocionou milhões de leitores. 

Publicado nos Estados Unidos por uma editora pequena, A cabana se revelou um desses livros raros que, a partir do entusiasmo e da indicação dos leitores, se tornam um fenômeno de público – com quase 20 milhões de exemplares vendidos no mundo – e de imprensa.

“Esta história deve ser lida como se fosse uma oração – a melhor forma de oração, cheia de ternura, amor, transparência e surpresas. Se você tiver que escolher apenas um livro de ficção para ler este ano, leia A cabana.” – Mike Morrell


Esta edição especial inclui um texto inédito do autor, relembrando os 10 anos de sucesso que marcaram a trajetória do livro e contando detalhes da gravação do filme. Além disso, traz um caderno de fotos com cenas da adaptação desta emocionante história para as telas do cinema.

Edição: 2
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580416343
Ano: 2017
Páginas: 248

Tem leituras que são inesquecíveis e A Cabana foi uma delas que já tem resenha na Saleta de Leitura feita em fevereiro de 2012. Informo que o livro foi editado inicialmente pela Sextante.


Ganhei este livro do meu filho no Natal de 2010 e comecei a ler no início de 2011. Foi uma leitura dolorosa, inicialmente, porque me fez reviver os tristes momentos por que nossa família passou quando da perda do meu irmão em um acidente aos dezoito anos. A tristeza de meu pai que não aceitava a perda do filho levando-o a uma grande depressão. A união da família no amor e na fé em Deus é que consegue superar toda essa dor. 

Acredito que em parte foi isso que me fez deixar de opinar sobre o livro, mas pensando que resenha poderia escolher para a Saleta de Leitura participar da Coletiva falando sobre o “O amor Salva” vi que era o momento certo de eu falar sobre a Cabana – sobre a história de Mackenzie (Mack) que carrega a culpa pelo desaparecimento de sua filha Missy durante uma viagem de diversão com os filhos. 

Os anos passam e ele continua carregando aquela culpa resignado. Acredita em Deus e aceita essa dor por achar que ele está sendo castigado pelos seus pecados do passado. Já sua esposa, Nan, é uma mulher de fé inabalável o que mantém o seu relacionamento com Deus. Tem cinco filhos sendo um a Missy e seus irmãos John, Tyler, Josh e Kate. 

Um dia Mack recebe um bilhete chamando para um encontro na Cabana e assinado Papai. Era o nome carinhoso que a esposa tratava Deus e apesar dos medos e anseios que tinha resolveu encarar e ir até a cabana para encontrar com Deus. Fez isso com a ajuda do amigo Wille que empresta seu carro e sem contar a esposa segue a viagem sozinho. 

Difícil tentar resumir esse encontro sem esbarrar em tantos sentimentos e transformações por que passa Mack e não trazer para si os reflexos desse encontro. 

Ver a forma como o autor traz a santíssima Trindade unida em um só objetivo- o amor incondicional. Deus aparece na figura de uma mulher negra, gorda e ótima cozinheira que juntamente com Jesus e o Espírito Santo personificados fará Mack questionar com toda a sua raiva e revolta sobre a sua dor. Vai aprender e receber uma lição de vida do amor mais puro e verdadeiro dando todas as respostas as suas dúvidas. 

Estou aqui falando como católica, mas não importa a sua religião, pois existem diversas formas de mostrarmos a nossa fé. Temos essa liberdade, somos diferentes e podemos ou não acreditar nas mesmas coisas. Seja qual for à religião ela nos leva a um único Deus, a um ser superior, Universal que nos une no amor incondicional. 

Chorei em muitas partes do livro, sofri com a severidade com que Mack fora tratado em certos momentos. Aprender que não cabe a nós julgarmos, pois quando somos colocados como Juízes a escolha pode recair nas pessoas que mais amamos. É nessa hora que nos entregamos de corpo e alma a grandeza do amor a Deus. 

"Jamais desconsidere a maravilha das suas lágrimas. Elas podem ser águas curativas e uma fonte de alegria. Algumas vezes são as melhores palavras que o coração pode falar."   

Um livro apresenta uma ótima diagramação facilitando a leitura e a sua  capa transmite exatamente o que imaginamos no decorrer da história.

A Cabana é um livro que transmite um ensinamento de vida, uma lição onde aprendemos que está no amor  a salvação para todos.



Um comentário

  1. Eu ainda não li A Cabana, mas está na minha lista de livros que pretendo ler em 2017, e antes mesmo de estrear o filme estarei lendo o livro para depois acompanhar o filme. Gostei da postagem <3

    Estante Clássica

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua visita!
Seu comentário é muito bem vindo!
Volte sempre !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...