Resenha do livro "Um Mundo Brilhante" de T.Greenwood - Editora Novo Conceito

O que fazer quando o mundo em que você vive não é o lugar a que você pertence?


Sinopse

Quando o professor Ben Bailey sai de casa para pegar o jornal e apreciar a primeira neve do ano, ele encontra um jovem caído e testemunha os últimos instantes de sua vida. Ao conhecer a irmã do rapaz, Ben se convence de que ele foi vítima de um crime de ódio e se propõe a ajudá-la a provar que se tratou de um assassinato.
Sem perceber, Ben inicia uma jornada que o leva a descobrir quem realmente é, e o que deseja da vida. Seu futuro, cuidadosamente traçado, torna-se incerto, pois ele passa a questionar tudo à sua volta, desde o emprego como professor de História, até o relacionamento com sua noiva. Quando a conheceu, Ben tinha ficado impressionado com seu otimismo e sua autoconfiança. Com o tempo, porém, ela apenas reforçava nele a sensação de solidão que o fazia relembrar sua infância problemática.
Essa procura pelas respostas o deixará dividido entre a responsabilidade e a felicidade, entre seu futuro há muito planejado e as escolhas que podem libertá-lo da delicada teia de mentiras que ele construiu. 

Título: Um Mundo Brilhante
Autor(a): T. Greenwood
Editora: Novo Conceito
IBSN 9788563219411
Edição 1 / Ano 2012
Páginas nº 336

Esta, enfim, é uma história fascinante sobre o que devemos às pessoas, o que devemos a nós mesmos e o preço das decisões que tomamos.
Ben Bailey é um professor de História que leciona na Universidade em Flagstaff local onde reside. Vive tem cinco anos com sua noiva Sara que é enfermeira e o casamento que tanto planejam ainda não se realizou.
Ser professor não lhe dava uma renda razoável o que complementava trabalhando como barman no Jacks's no período da noite. Mudou  para Flagstaff por que além de gostar de neve e do frio ficou encantado com a paisagem, com a maneira como as pessoas viviam e ele amava tudo que aquilo - era o seu mundo brilhante. 
Exatamente um dia antes ele e Sara tinham se desentendido em uma festa de Halloween. Pela manhã ao sair com sua cachorrinha,mesmo estando tudo coberto de neve,  encontra em frente a sua casa, o corpo de Rick, um garoto da tribo navajo, que já conhecia  do bar. A polícia considera que a morte de Rick fora causada por hipotermia em virtude da bebida alcoólica. Como o rapaz não bebia, Ben tinha certeza, que esse laudo não era coerente.

Começa então o desenrolar dessa história conhecendo a Shadi, irmã de Rick, e os dois juntos vão em busca de respostas para saber o motivo de sua morte. Passam a ser ver com mais frequência e até sem o conhecimento de Sara. Com uma união já um pouco abalada essas mentiras trazem atritos e o levam a refletir sobre sua vida, suas escolhas em busca de sua felicidade. Todos esses acontecimentos leva Ben a recordar fatos de sua infância de como era feliz com sua família. 

Toda a sua insatisfação faz com que perca a vaga de professor por ter se desentendido com um aluno. Chega  a terminar com Sara, mas descobre que ela está grávida e aí que sua vida muda totalmente.

O seu mundo estava refletindo vários tons que era o reflexo de suas escolhas e vai passar por momentos  que terá que tomar decisões importantes para sua vida. Muitas vezes buscamos  algo mais que poderá estar bem a nossa frente e não conseguimos enxergar.

A autora T. Grenwoodg divide o livro  em partes - Mundo Vermelho, Mundo Azul, Mundo Amarelo, Mundo  Preto e branco e Mundo Brilhante - que mostra através das tonalidades o estado emocional de Ben. Muito bem escrito  com personagens bem desenvolvidos que nos levam a uma boa reflexão sobre nossas atitudes.

"Ele fez sua escolha. E de agora em diante vai cumprir suas promessas." página 335  


Imagens da cidade de Flagstaff

       

  Vivian
Vivian San Juan é publicitária, amante da criação, arte e música. Apaixonada por um paulista, casou e foi morar em São Paulo onde petende  trabalhar na área de sua formação. Uma menina atrapalhada, sonhadora, divertida e que ama tudo ligado a artes no geral. Carinhosamente é chamada por todos de Vivi.
e-mail  #   facebook   #  twitter  #  skoob

8 comentários

  1. A cidade de Flagstaff é linda!!

    Ganhei esse livro e o lerei em breve.

    ResponderExcluir
  2. Eu li esse livro já faz um tempo e me marcou bastante, eu gostei muito da história e achei o final totalmente impactante.

    ResponderExcluir
  3. Eu já tinha visto esse livro por aí, mas nunca me chamou atenção. Amei a resenha e parece ser um livro que te poe pra pensar.

    ResponderExcluir
  4. Olá!!
    Você não acha que os relacionamentos são sempre difíceis? precisa haver compreensão, amor claro, renúncia. Relacionamento com pessoas de educação diferente, gostos diferentes tem de se adaptar curtir o modo diferente de ser, é difícil. Achei-o ingênuo de achar que uma pessoa de etnia diferente, com costumes diferentes o relacionamento seria fácil.
    A questão é: as pessoas perdem muito em não investir nos relacionamentos, querem logo cair fora. Além do mais, o que nos apaixonamos por uma pessoa, com o tempo é o que mais nos irrita nela... O que vemos nesse protagonista é o que vemos na maioria das pessoas, fraco que quer pular fora, ainda bem que não o fez por isso dei 3 estrelas...
    Abç ae

    ResponderExcluir
  5. Oi,resenha interessante,poderia até ser roteiro de filme!
    Encontrar um estranho morrendo e decidir descobrir o que aconteceu deve ser uma jornada emocionante!
    Agora Ben vai em busca de respostas e vai ter vários questionamentos sobre a própria vida,seu futuro,decisões e escolhas.
    Encantadoras as imagens da cidade de Flagstaff.

    ResponderExcluir
  6. li este livro e amei!
    é um dos meus favoritos *-*
    se não tivesse tantos livros na minha estante ainda não lidos, acho que leria ele mais umas 10 vezes hahaha
    quando li o livro pesquisei sobre a cidade de Flagstaff e achei muito linda! deu até vontade de conhecer né? :P

    ResponderExcluir
  7. Adorei a resenha, este é um livro que gostei bastante, a autora tem um jeito cativante de levar o texto e, mesmo que Ben me irrite às vezes acabei gostando do livro. Bem que a Novo Conceito poderia lançar algo mais da autora por aqui....

    ResponderExcluir
  8. Gostei muito da sua resenha. Já li esse livro faz um bom tempo. Comecei gostando muito mas depois de um determinado tempo, o protagosnista começou a me irritar, pois não gosto de meios termos, de indecisões e é o caso dele. Gosto mas quero cair fora, amo mas não entendo, e por ai afora. Mesmo com esse tipo de protagonista, a história é boa e eu gostei.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua visita!
Seu comentário é muito bem vindo!
Volte sempre !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...