# Resenha do livro "Cabra Cega" de Sheila Ribeiro Mendonça #


Sinopse


Clara e Gustavo se conhecem, em um Clube de Curitiba, quando ela estava pensando em viajar, antes de começar a fazer faculdade, e então se apaixonam e casam, assim, a vida de Clara muda rapidamente. E literalmente a mudança é radical, pois Gustavo se revela um homem agressivo, ciumento, possessivo, violento, ardiloso e perspicaz, com isso transformando a vida dela numa constante surpresa e esconde-esconde. Não somente de comportamentos como também de cidades. Com o intuito de não criar laços com ninguém e, principalmente, de não deixar que a família de Clara saiba onde ela está, você vai acompanhar Cabra Cega sem ter a certeza de até quando aquela cidade fará parte dos planos de Gustavo. Em Cabra Cega acompanhamos os escondidos.

Edição: 1
Editora: Clube de Autores
Ano: 2010
Páginas: 94



 "O casamento dos sonhos que vira um pesadelo"

Realmente não podia deixar encerrar o ano sem publicar a resenha do livro Cabra Cega da minha querida e talentosa jornalista, Sheila Ribeiro Mendonça.

Um livro que apesar de já ter um tempinho que li tenho gravado em minha memória os detalhes dessa história marcante que retrata um tema por demais importante que é a violência contra a mulher. 

Vivemos uma época onde os meios de comunicação divulgam constantemente histórias de casamentos que são um pesadelo para a mulher, mas mesmo assim muitas delas custam a abrir os olhos para a realidade. São realmente umas Cabras Cegas. 

Clara conhece Gustavo,um rapaz bonito,médico e em pouco tempo apaixona-se e quando menos espera estão casados. Ela vive um conto de fadas até começar a sentir que ele é uma pessoa muito ciumenta e que procura afastá-la do convívio com seus amigos e familiares. 

Foram morar em Curitiba e em pouco tempo, após alguns incidentes com sua amiga acabou indo parar no Rio de janeiro. Ali Clara vive os priores momentos de sua vida. Cuidando da casa tendo que manter tudo do jeito que ele gosta, não podendo conversar com ninguém , prisioneira na sua própria casa. Como morava em uma vila os vizinhos começaram a estranhar o seu comportamento e uma das vizinhas começou a se aproximar quando Clara estava sozinha em casa. 

Gustavo mantinha atitudes doentias, agressivas batendo na esposa e tentando depois agradá-la com presentes que eram uma tortura para Clara. As crises foram sendo mais constantes e Clara ainda tentava manter esse seu casamento. 

Acho que talvez na esperança de dias melhores ou será que por medo de tomar alguma inciativa que pudesse agravar ainda mais a situação em que vivia? 

Como tudo tem um limite e tendo se transformado em um inferno a sua vida ela finalmente tomou uma atitude que levou Gustavo a desaparecer. Foi um período longo onde ela voltou a estudar chegando a ser formar em psicologia. Sentia-se livre e feliz novamente, mas jamais imaginaria que sua Paz estaria com dias contados. É minha gente é uma história envolvente que não deixa você parar de ler até chegar ao fim dessa trama. 

Uma história que recomendo por demais para que possamos parar para ver quantas Claras estão espalhadas por este mundo afora. 

É uma leitura narrada sem diálogo que não se torna cansativa prendendo o leitor até o fim. Querem saber mais detalhes então vamos lá ler Cabra Cega e saber mais o que aconteceu com Clara e o que o destino reservou para Gustavo. 

Quem é a autora




Sheila Ribeiro Mendonça - Sou jornalista faz 13 anos e, justamente, escolhi esta profissão por conta da minha enorme paixão pela escrita. Tudo, desde pequena, me inspira, claro que com o passar dos anos fui evoluindo com as palavras e sensações. E foi assim que no início da idade adulta escrevi o meu primeiro romance. 

Cabra Cega é pura ficção, embora, algumas pessoas possam se ver na história, mas a intenção da obra é somente fictícia. Cabra Cega ficou guardado na gaveta por muitos anos, e somente aos 35 anos me senti verdadeiramente preparada para a publicação e a realização deste sonho. Certamente é somente o primeiro de muitos outros que virão.

A escrita, definitivamente, é o ar que eu respiro. Algo que me move, e muitas vezes é até maior do que eu mesma, assim fazendo com que, em qualquer lugar e situação que eu me encontre, pegue um papel e caneta, e deixe a inspiração que chega fluir em palavras, e sem a pretensão de transformar num texto perfeito, apenas escrevo e sinto um enorme prazer com isso. Escrevo com o coração, e com a inspiração que Deus me dá, e é assim que escrevi o meu primeiro romance na certeza de que sigo no caminho da arte de escrever.

Certeza esta que passo para todos os meus textos e inclusive por aqui no meu Cantinho em meus contos erotizados ou não, em minhas poesias, artigos e afins...

Querem saber um pouquinho mais sobre a autora, Sheila Ribeiro de Mendonça e sobre o seu livro, aonde comprar, visitem os links dos seus blogs. 



Cabra Cega
http://cabracegasrm.blogspot.com/

Facebook
http://www.facebook.com/sheila.r.mendonca
http://www.facebook.com/pages/Cabra-Cega/178096655576834
https://twitter.com/sherimendonca



Avaliado com 4 livrinhos - Muito Bom!

7 comentários

  1. Ah, isso é tão batido. Uma história comum que já vimos em filmes.

    ResponderExcluir
  2. Oi,

    já tinha ouvido falar desse livro e tenho vontade de lê-lo! A violência contra a mulher ainda não é tão abordada na literatura e acho importante que as pessoas entendam que um relacionamento como o do casal do livro não é normal.

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi minha querida! Ah que delícia de resenha retratando muito bem o que é o meu Cabra Cega. Adorei! Muito obrigada pela divulgação, vou te levar para todos os canais que divulgo quem me divulga. ;)
    Uma história batida e comum, mas que não pode de jeito nenhum ser vista como banal, né?! E a "La Mademoiselle" tem razão mesmo quando diz que esse assunto quase não é abordado na literatura.
    Beijo, beijo em todas!
    She

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde. Não penso que seja uma história batida, mas um drama que acontece muito na realidade.Sendo abordado na ficção por Sheila, é capaz de promover novos pensamentos a respeito do tema e até ajudar pessoas a trabalhar melhor esse tipo de problema social.

    ResponderExcluir
  6. É um tema do nosso cotidiano, quantas mulheres são atingidas por essa situação em nossas cidades e bairros? Muitas mesmo!
    Bjoo.

    Nome de seguidora: Gladys Freitas.

    ResponderExcluir
  7. Resenha muito boa. Gostei demais!

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua visita!
Seu comentário é muito bem vindo!
Volte sempre !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...