# Resenha "GOTA DE SANGUE" de Fábio Brazil - Digitexto Editora #

 "Nascida em 1991 como uma prestadora de serviços de diagramação para outras editoras, logo sentimos a necessidade de termos nosso próprio selo e editarmos o que nos parecia ser o melhor para nossos leitores. 

Assim, nasceu a Digitexto Editora, com o intuito de publicar sempre obras relevantes, seja para a literatura, seja para assuntos técnicos." Quer editar um livro e saber mais sobre a Digitexto visite o site www.digitexto.com.br

Mostramos  um pouco quem é nossa parceira Digitexto Editora  que nos cedeu um exemplar do livro "GOTA DE SANGUE" para leitura e resenha e que com muito atraso finalmente aqui estamos.

Os Editores deixam um convite  aos leitores: "mergulhem com o paulistano Fábio Brazil no Centro de São Paulo e, enquanto ele nos revela a trama de GOTA DE SANGUE, descubram essa grande homenagem a Mário de Andrade e sua cidade." 


 GOTA DE SANGUE trata de uma investigação sobre o estranho aparecimento de partes de um corpo esquartejado no Centro de São Paulo durante as três semanas que antecedem as eleições municipais de 1985. Um mergulho na cidade e na noite paulistana.

Uma atriz pornô e um Policial Civil. Mário de Andrade e Jânio Quadros. Uma crise conjugal e um crime pavoroso. Michel Temer e os Menudos. A Boca do Lixo e o Horário Político. A Viúva Porcina e Franco Montoro. O Centro de São Paulo e um corpo esquartejado. Fernando Henrique Cardoso e o Notícias Populares. A Praça da Sé e a Galeria do Rock. Chico Picadinho e Trancredo Neves. A Nova República e o Cinema da Boca.

GOTA DE SANGUE é a mistura de tudo isso num romance policial. Tempero essencial nessa mistura são os poemas de Mário de Andrade que o autor desconstrói, semeando-os por todo o romance e no texto de cada capítulo.


Autor: Fábio Brazil
Editora: Digitexto
Edição: 1 Ano 2011
Páginas:198

Em primeiro lugar gostaria de dizer que sou carioca, pouco conheço São Paulo e todos os detalhes, muito bem citados no livro, foi uma aula de história, levando as vagas recordações dos anos 60 que ainda menina não tinha noção dos acontecimentos.

Gota de Sangue chegou nas minhas mãos pela Digitexto e quando comecei a folhear me deparei com duas histórias. Uma que é o romance policial que tem como cenário o centro de São Paulo e como protagonista Lúcio, investigador  da Policia Civil de São Paulo.  Chega aos seus 47 anos com um casamento sem sentido onde pouco conhece os filhos, a mulher que se acostumou com sua ausência e quando ele aparece em casa lá está ela assistindo a novela da "Viúva Porcina"(quem não se lembra).

A história ocorre no ano de 1985 -  exatamente no período crítico de mudanças no Brasil que consegue derrubar uma ditadura e precisa varrer a sujeira que ficou. Um ano de muitos acontecimentos na política, nos esportes, na saúde, na música, não só no Brasil como no mundo. Um ano de eleições onde é muito bem narrada as campanhas políticas, seus jingles evidenciando Janio Quadros, Fernando Henrique, Suplicy e outros.

O chefe de Lúcio, o detetive Pereira - o amigo Pereirão - se aposenta por imposição do sistema que leva Lúcio a correr atrás da sua também. Sai de casa, vai morar em um Hotel no centro. Consegue obter dados importantes na investigação de um tal de Dominó que acorrentava meninas no centro de São Paulo, mas alguma informação vazou impedindo de pegá-lo em flagrante.

Depois disso encontra no lixo os pés de um homem onde se inicia mais uma  investigação que vai se agravando com o aparecimento de outras partes do corpo. Fui acompanhando a história, todo o suspense na expectativa de saber quem era a vítima e quem seria o assassino. Fui me envolvendo na trama que nem parei para procurar os pedaços esquartejados  do poema de Mário de Andrade.

Deixo aqui uma frase que encontrei no rodapé da última página, lá no cantinho como se não quisesse aparecer, mas com tão poucas palavras disse tanta coisa.

                          Ficou um Fio
 Tal e Qual uma lágrima que cai 
E o ponto final depois da lágrima.


Agora vem a outra  história que narra sobre a construção desse romance. O autor Fábio Brazil postou em um blog detalhe por detalhe do que escreveria , sobre suas pesquisas, qual o ano, o que aconteceu naquela época e com ilustrações que muitas se assemelhavam ao que imaginara enquanto lia as suas descrições sobre os bairros e lugares em São Paulo e as mudanças que ocorrerram de 1960 a 1985.

É uma história completa, uma homenagem a Mário de Andrade e a cidade de São Paulo. 

Confesso: sim, esquartejei os poemas de Mário de Andrade e os lancei no texto, não para matá-lo, antes, para que tenham outra forma de vida. Algo entre o sacrifício e o crime passional" escreveu o autor no blog que acompanhou a pesquisa e a criação do romance. 


Quando eu morrer quero ficar,
Não contem aos meus inimigos,
Sepultado em minha cidade,
Saudade.

Meus pés enterrem na rua Aurora,
No Paissandu deixem meu sexo,
Na Lopes Chaves a cabeça
Esqueçam.

No Pátio do Colégio afundem
O meu coração paulistano:
Um coração vivo e um defunto
Bem juntos.

Escondam no Correio o ouvido
Direito, o esquerdo nos Telégrafos,
Quero saber da vida alheia,
Sereia.

O nariz guardem nos rosais,
A língua no alto do Ipiranga
Para cantar a liberdade.
Saudade...

Os olhos lá no Jaraguá
Assistirão ao que há de vir,
O joelho na Universidade,
Saudade...

As mãos atirem por aí,
Que desvivam como viveram,
As tripas atirem pro Diabo,
Que o espírito será de Deus.
Adeus.


Retornei a ler em busca dos pedaços do poema esquartejados pelo texto e foi uma experiência diferente e gratificante. Sou uma escritora amadora  que me aventuro em rabiscar alguns contos e desfrutando dessa leitura tenho a ressaltar que:

1- É uma história envolvente, cheia de suspense,momentos históricos além das lições de vida que nos surpreende a cada momento.

2 - Que só tenho a agradecer ao autor pelo  aprendizado que vi em seu blog mostrando toda a necessidade de pesquisa para que esse filho pudesse nascer.

Sou uma leitora que aprecia romances, dramas e claro, contos policiais cheios de suspense. Gosto muito de Agatha Christie e não posso deixar de citar as histórias do detetive Sherlock Holmes de Conan Doyle. Acho que atualmente vejo a leitura de outra forma e procuro ler de tudo, pois temos grandes autores e grandes histórias.  Olhar para a capa de um livro, ler a sinopse pode até chamar atenção, mas nem sempre nos agradar. 


Depois dessa simples resenha sobre o livro GOTA DE SANGUE vamos conhecer um pouco sobre a história e a vida do autor Fábio Brazil e isso será tema de uma próxima postagem.


Estaremos lançando o SORTEIO de um exemplar do livro GOTA DE SANGUE autografado e o seu comentário aqui já vale  um ponto.




13 comentários

  1. O cinema americano tem uma tradição de filmes cheios de referências da cultura popular, ao ler a sua resenha eu não consegui deixar de me lembrar disso e do quanto eu adoro descobrir essas referências em filmes e esse livro é cheio de referências da cultura pop brasileirae porque não dizer da história dos anos 80. Tenho a sensação de que vou amar!

    ResponderExcluir
  2. Irene, quanta inventividade! Só na sinopse já somos levados a imaginar como tantas personagens serão interligadas na história. Pela resenha - por sinal excelente - já deu para perceber que é um romance policial de primeira, e, como sou também fã de Agatha Christie, Conan Doyle e dos mais recentes Robert Crais e Ross Thomas, fiquei muito interessado.

    Boa sorte ao autor ;)

    Grande beijo.

    ResponderExcluir
  3. Irebe, que resenha gostosa e generosa, obrigado. Sabe aquela sensação boa de vermos os filhos crescendo e tomando rumos próprios? Pois é, você me causaou essa sensação em relação ao Gota de Sangue - aquele "orgulhinho" de ver o filho sendo elogiado. Literatura passa por essa troca que você propõe aqui, um compartilhar de idéias e sensações por meio dos textos. Escrever, para mim, é isso; compor e compartilhar, criar e ver recriado, dizer para poder ouvir. Gostoso estar aqui! Obrigado, Fábio Brazil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fábio

      Quem agradece somos nós da Saleta de Leitura de termos tido a honra de ler sua obra e poder divulgá-la aos nossos leitores.

      Essa sensação gostosa é recíproca, pois estou aqui eufórica por receber um elogio desses. Grande verdade o que diz "Literatura passa por essa troca que você propõe aqui, um compartilhar de idéias e sensações por meio dos textos."

      Saiba que na Saleta de Leitura já tem um lugar cativo para o escritor Fábio Brazil.

      Abraços!

      Irene Moreira e toda equipe da Saleta de Leitura.

      Excluir
  4. Irene
    O Fábio ficou tão entusiasmado que até errou seu nome kkkkkk. Mas eu também fiquei.
    Gostei de você ter mencionado o blog na construção do livro. Sabe que tem muita gente que pensa que é só sentar e escrever, mas na maioria dos casos, para se ter uma boa história, com todos os fatos se encaixando, é preciso fazer muita pesquisa, como foi feito na construção do Gota.
    Desde já, meus agradecimentos.
    um beijo

    ResponderExcluir
  5. Isso é o que faz um bom livro, misturar a ficção com a realidade e fazer as pessoas se identificarem. Até hoje eu mexo o pulso e pergunto: to certa ou to errada? kkkkkk

    ResponderExcluir
  6. Que resenha linda,Irene!
    Particularmente,não gosto de romances policiais.Mas.esse me cativou.Chamou minha atenção.Espero poder ter a oportunidade de lê-lo um dia.Me parece um livro incrível e muito bem escrito.
    Parabéns!
    Bjs...
    Zilda Mara
    Cachola Literária

    ResponderExcluir
  7. Resenha PERFEITA!!!!! Parabéns amiga por analisar tão bem um livro como esse, pois acredito que romances policiais sejam resenhas mais complicadas de se fazer, até por possuir vários detalhes que não podemos falar muito para não estragar neh? Adorei mesmo!!! Ficou ótima!!!

    Beijosss

    Vivian

    ResponderExcluir
  8. A resenha ficou muito boa! Eu conhecia o poema, mas sempre li com nostalgia, nunca literalmente! Foi uma inspiração engraçada, não é? Me inscrevi no sorteio do "Garota Replay" só pra libertar o livro mesmo, mas esse eu quero ler!

    ResponderExcluir
  9. Adorei sua resenha sempre muito diferente do que costumo ler.
    Adoraria ler este romance policial.Adoro livros com momentos históricos e preciso de uma aulinha sobre São Paulo rsrsrs.

    ResponderExcluir
  10. Adorei a resenha.
    Fiquei super curiosa para ler!!!
    O livro parece super interessante e envolvente.

    Abraço

    ResponderExcluir
  11. Olá ...
    Primeira coisa que me chamou atenção foi o ano em que a história se passa ... 1985 ... o ano do meu nascimento ... depois que romance policial é muito gsotoso de ler ... pela resenha podemos ver que além da riquesa de detalhes dos lugares e personagens a história é muito interessante o que prende o leitor !!!! Tô curiosa para ler!!!

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    O blog Pra Cantar e Beber esta formando um equipe!
    Você foi um dos blogs recomendados para se inscrever no coluna do blog Pra Cantar e Beber!
    Seja um colunista! Envie suas informações e cruzes os dedos!
    Segue o link!
    http://pracantarebeber.blogspot.com.br/2012/04/colunistas-seja-um-integrante.html
    Obrigado!

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua visita!
Seu comentário é muito bem vindo!
Volte sempre !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...